DESIGNERS

Florence Knoll

Florence Knoll

Florence Margaret Schust – Ou Shu para os mais íntimos - nasceu em Michigan, em 1917. Órfã aos 12 anos, teve a oportunidade de estudar na Kingswood School for Girls, escola projetada pelo arquiteto Finlandês Eliel Saarinen (pai de Eero Saarinen), e grande influenciador da paixão de Florence em arquitetura e sendo “adotada” pela família Saarinen.

Em 1941 conheceu em Nova York seu parceiro de vida e negócios, Hans Knoll, de família de artesãos de móveis. À frente da Knoll Associates, Florence Knoll estabeleceu grandes colaborações com designers modernistas (Eero Saarinen, Harry Bertoia, Isamu Noguchi e George Nakashima), criando posteriormente uma Unidade de Planejamento especialmente para os projetos de interiores e de mobiliário, produzindo inclusive os tecidos que utilizavam. Ela é adepta do “total design”, em que todas as decisões de um projeto devem ser pensadas (e projetadas) em conjunto.

Em 1955 ela seu marido morreu em um acidente de carro, mas ela continuou firme presidindo a empresa e liderando sua Unidade de Planejamento, se aposentando em 1965.

Mesmo depois de sair da presidência do grupo, sua visão à frente do seu tempo continuou norteando todo o desenvolvimento da marca. Ainda com um grande legado em mãos, colaborou em exposições no Louvre e Philadelphia Museum of Art, e como parte do reconhecimento dessa grande artista, foi laureada em 2002 com a Nacional Medal of the Arts, a maior honraria do segmento nos Estados Unidos.

Até os dias de hoje, sua marca Knoll é referência de móveis modernos atemporais e de qualidade, presentes em grandes projetos em todo o mundo. Grandes nomes da arquitetura e do design atual fazem parte de seu grupo de colaboradores, como Frank Gehry, Piero Lissoni, Charles Pollock, Richard Schultz e tantos outros.

Na aclamação duradoura dos projetos que ela liderou e os móveis que ela silenciosamente projetou, Florence Knoll continuamente prova seu próprio mantra - que "bom design é um bom negócio".